22.05.2015
Postado por Lucas Teixeira

Vanessa concedeu uma entrevista exclusiva ao site Inquirer.net, onde falou sobre seu novo projeto “Gigi”, o processo de seleção, noite de abertura e mais!

Confira a entrevista completa traduzida exclusivamente pela equipe do VHBR abaixo:

A estreia mágica de Vanessa Hudgens na Broadway

“Eu nunca trabalhei tanto, sem exceção”. A filipino-americana Vanessa Hudgens disse sobre como é executar o papel-título em sua estreia na Broadway, “Gigi”. Mas a cantora e atriz enfatizou que ela está tendo o melhor ano de sua vida na peça que retrata uma adolescente parisiense de espírito livre, na virada do século 20.

O papel foi interpretado por Audrey Hepburn em uma produção da Broadway que estreou em 1951 e Leslie Caron no filme que ganhou nove Oscars em 1958, incluindo melhor filme. A primeira adaptação cinematográfica da novela de Colette foi em 1944.

Todas as noites, exceto nas segundas-feiras no Neil Simon Theatre, Vanessa canta canções de Alan Jay Lerner e Frederick Loewe e veste os elegantes trajes de Catherine Zuber para a Belle Epoque de Paris em “Gigi”, adaptado por Heidi Thomas e dirigido por Eric Schaeffer.

A atriz já percorreu um longo caminho desde a sua primeira experiência com o teatro na pré-escola, quando ela fez a Mãe Maria e cantou “Away in a Manger.” Ela disse que seu pai Greg, mãe Gina e irmã Stella se entusiasmaram com a “incrível oportunidade” de estrear na Broadway.

Mais informações sobre o show, que mudou para Nova York após a sua execução no Kennedy Center, em Washington, DC, e sobre a bilheteira estão em gigionbroadway.com.

Abaixo estão pedaços da nossa entrevista com Vanessa, que atualmente está com um corte de cabelo  blunt bob, enquanto está em New York.

Como esse musical ajuda você a crescer como artista e como indivíduo? O que você perde ou não perde do seu estilo de vida pré-Gigi?
Eu cresci muito e tento tirar um tempinho todas as noites para ser verdadeiramente grata. Mas eu sinto falta da minha casa, em Los Angeles, dirigir por aí com uma boa música e com as janelas abertas… malhar, meus amigos e família.

O que você está aprendendo com toda esta experiência?
Estou aprendendo a diminuir minhas expectativas. Você trabalha tão duro para conseguir momentos perfeitos e nem sempre isso acontece. Meu instrutor de ioga afirmou que as expectativas são o começo da decepção. Então eu descobri que eu só preciso dar o máximo que eu consigo e permitir que as coisas simplesmente aconteçam.

Como foi a noite de abertura?
Parecia mágica. Houve festa e emoção no ar. Foi uma grande emoção. Eu não estava nervosa porque estar no palco é como estar em casa para mim.

Como você se sentiu em sua primeira chamada de cortina?
Eu fiquei encantada. Parecia que todas as minhas emoções estavam fluindo ao mesmo tempo. Eu fiquei meio emocionada. Eu chorei um pouquinho. É uma honra estar em um palco com essa história.

Quais foram os momentos de destaque para você até agora?
A chamada de cortina da noite de abertura. Foi algo tão emocionante… um momento que eu nunca vou esquecer.

Como é o apoio da sua família?
Eles estão absolutamente emocionados, muito felizes e muito orgulhosos. Eu acho que toda a família está animada por esta oportunidade incrível para mim. Eles me apoiam tanto. Minha irmã viu o show, pelo menos uma dúzia de vezes.

Como você reagiu quando ganhou o papel? Porque te pegaram dizendo: “Eu liguei para o Evan (Hainey, o manager dela) e disse: ‘Evan, você realmente acha que eu deveria fazer isso? Eu vejo como eles podem me ver como uma adolescente em Paris em 1800. Eu sou Filipina’ Ele disse: ‘Não, eles estão interessados’”.
Eu gritei e liguei para a minha mãe, pai, irmã e namorado (Austin Butler). Fiquei emocionada. Eu não conseguia acreditar.

Quantos testes você precisou fazer? Como você se preparou?
Minha audição correu bem, eu acho. Não foi excelente, mas foi boa. Eu só fui uma vez. Eu li duas cenas para eles quando eu só tinha preparado uma. Eles queriam que eu fizesse outra, então eu sentei em um quarto por 10 minutos e trabalhei tão duro quanto eu conseguia.

Eu cantei “The Parisians”. Estava muito nervosa, me senti muito bem fundamentada na minha audição e saí sentindo que eu fiz o meu melhor! Deixei nas mãos do destino e isso me fez bem.

Você já sentiu medo? Como você superou isso?
Eu estava pronta para abraçar este papel de braços abertos. Claro, eu tive momentos de dúvida, mas eu afastei isso da minha mente tão rapidamente quanto eles vieram e coloquei o trabalho em primeiro lugar.

Trabalhar na Broadway foi o topo da sua lista de desejos quando você tinha 15 anos. Que tipo sonhos na Broadway você tinha quando escreveu essa lista?
Eu queria estrear alguma personagem inédita, e da forma em que a nossa versão de Gigi foi feita, eu sinto como se fosse uma nova personagem.

Você estava ciente do filme “Gigi” de 1958 antes deste papel aparecer?
Eu assisti o filme antes de eu ir para a audição. Eu amo o que Leslie Caron fez com Gigi então eu tentei continuar a energia que ela trouxe para o filme.

Você se sente inspirada em pensar que Audrey Hepburn estrelou a primeira adaptação da Broadway de “Gigi”?
Extremamente. Eu tenho várias fotos dela no meu camarim. Ela foi uma mulher icônica incrivelmente talentosa e trabalhadora. Ela me inspira a cada dia.

Como é vestir todos aqueles trajes elegantes?
Eu realmente admiro as pessoas que usava os vestidos da época. Eles não são fáceis de usar! No entanto, eles são muito bonitos, elegantes e perfeitos. Verdadeiramente impressionante.

Quais os números do show que você mais gosta de fazer?
Eu amo fazer “I Never Want To Go Home Again”. Eu consigo cantar com toda a minha força e fazer ballet. É bom voltar às suas raízes.

Você é conhecida por seu talento para cantar, mas interpretar o papel principal em um musical da Broadway é um assunto completamente diferente. Como você se preparou para o papel?
Assim que eu descobri que eu consegui o papel, eu trabalhei na minha voz todos os dias. Visito o meu treinador vocal, Eric Vetro, uma e às vezes duas vezes por semana.

O que te inspirou em ter um corte de cabelo blunt bob?
A primavera! Adoro mudar. Eu também queria algo curto, chique e atrevido. Eu sinto que o blunt bob faz isso para mim.

E, finalmente, a minha pergunta favorita para você nos últimos anos: quando você vai para as Filipinas ver a cidade natal de sua mãe e da família?
Está na minha lista de desejos!

Clique aqui para conferir a matéria original.

Tradução exclusiva do Vanessa Hudgens Brasil, se copiar não esqueça dos créditos!

Pesquisar

Assista Vanessa Hudgens
Vanessa Hudgens Brasil Todos os direitos reservados