19.04.2015
Postado por Lucas Teixeira

Vanessa estampa a capa da nova edição de Maio da revista nova iorquina IN New York, que conta com uma entrevista exclusiva, onde ela fala sobre seu mais recente projeto “Gigi”, planos futuros e mais.

A foto usada na capa é da sessão fotográfica realizada no final do ano passado (2014) para o jornal The Washington Post, por Jesse Dittmar. Veja clicando aqui.

Confira abaixo a matéria e entrevista completas e traduzidas exclusivamente pela nossa equipe:

Uma nova Gigi

Com o papel principal na Broadway e uma nova vida em Nova York, Vanessa Hudgens prova que cresceu da maneira mais gloriosa possível.

Vanessa Hudgens está mais ocupada do que nunca – e pra uma estrela que, com apenas 26 anos, já teve uma franquia de filmes valendo 25 milhões de dólares na carreira, com High School Musical, o megahit adorado pelos adolescentes, dizer isso significa muito. Desde que ela começou nos palcos aos 8 anos, em Salinas, Califórnia, a nativa tem trabalhado duro, desde sua estreia no cinema em 2003 com Aos Treze, passando pelo papel de Gabriella Montez em High School Musical que fez dela uma moça de família até o reviravolta radical de Spring Breakers em 2012. Agora ela estreia na Broadway estrelando o remake de Gigi. Se isso não é o suficiente, a garota de muitos talentos estará de volta aos cinemas em setembro com a inovadora comédia zumbi The Kitchen Sink, antes de voltar para as telinhas como Rizzo num show ao vivo de Grease. Hudgens recentemente conversou com o IN New York sobre a emoção de ver o nome dela sob os holofotes e outras pequenas alegrias na descoberta de sua nova vizinhança no centro de Manhattan enquanto estrela na grande Broadway.

Você está estrelando na Broadway pela primeira vez. Como você descreveria Gigi?
O espetáculo é uma história de amor na Belle Epoque de Paris no século 19. Gigi é uma jovem educada e determinada que só quer viver a vida dela do jeito que ela quiser, e ela está sendo forçada a ser parte de um mundo em que ela não se encaixa, e acaba quebrando as regras e dando um novo rumo às novas gerações.

Como é protagonizar sozinha um espetáculo?
Não parece real! Eu passo pelo teatro e vejo meu nome no pôster de Gigi e parece uma experiência extracorpórea. Talvez em breve eu acorde e descubra que foi tudo um sonho. Eu estou tendo a melhor época da minha vida e estou muito feliz por ter essa oportunidade.

Qual sua coisa absolutamente favorita sobre Gigi?
Ela é uma inspiração. Ela está num mundo em que certa classe social é posta num pedestal e o único jeito de ficar com alguém era ser cortesã. Ir contra as regras era algo muito ousado no século 19. Ela realmente acredita em si mesma, e eu acho isso empoderador.

Outra coisa que deve ser legal é a moda. O figurino da peça é realmente incrível.
Catherine Zuber é nossa estilista e ela tem feito um trabalho incrível recriando Paris daquela época, com lindas silhuetas, cores e brilhos em roupas chiques. É tão divertido vesti-las. Eu lembro quando experimentei minha primeira roupa – um look de menina escolar. Eu queria dar mais profundidade a personagem, e eu me vesti e olhei no espelho e disse “Meu Deus, é isso!” É um figurino tão fofo que me dá mais vontade de atuar. O figurino ajuda a contar a história. Você a vê começando em um vestido escolar curtinho e termina com um vestido longo e elegante, que cabe perfeitamente no corpo – isso mostra a evolução.

Você é um ícone da moda jovem e moderna em L.A. O que muda no seu estilo em Nova York?
Já que estou em Nova York – Eu amo muito Sex and the City – eu finjo ser a Carrie Bradshaw quase todos os dias. Eu trouxe boa parte do meu closet [de L.A.] e só estou um pouco mais chic. Todos os melhores estilistas estão fazendo tudo o que eu amo agora, Então tenho me inspirado muito com Lanvin, Anna Sui e Chloé.

O que você mais ama em passar um tempo em Nova York?
Eu amo a energia. Sair do ensaio e ir pra casa, olhar pela janela do carro e ver quantas oportunidades há em todos os lugares. Me deixa muito feliz e inspirada.

O que você gosta de fazer aqui em Nova York?
Eu adoro poder caminhar no parque com minha cachorra. Eu tenho um amigo que tem uma loja aqui chamada Melet Mercantile. Ele roda o mundo todo colecionando joias, livros, artesanatos, então eu amo passar lá e ficar horas conversando e inspecionando todos os tesouros.

Algum lugar favorito pra comer?
Eu amo comida Italiana – Il Buco na Bond Street perto do Bowery Hotel – nas noites em que gasto dinheiro. Ah, e Juice Generation é tudo. Eu amo o açaí com manteiga de amendoim deles! Eu literalmente tenho comido isso todos os dias. Eu e minha irmã podíamos viver disso, nós somos obcecadas. E eu amo vinho. Tem muitos bares muito fofos de vinho que eu estou ansiosa pra conhecer. Estou vivendo num lugar novo, ainda não tive muito tempo pra explorar a área.

Você prefere viver afastada do centro?
É mais calmo, menos barulhento. Os prédios são mais baixos. Me sinto mais em casa. Eu vou pro centro e fico meio agitada demais.

O que você faz pra relaxar?
Não há nada que uma boa taça de vinho não cure. Eu estou vivendo com tanta adrenalina que levo um tempo pra me acalmar. Então eu coloco alguma série na TV – Eu comecei a assistir Unbreakable Kimmy Schmidt, que é sensacional – e sirvo uma taça de vinho, fico agarrada na minha cachorra, o que eu acho um jeito meio de meditação, e lentamente começo meu processo pra dormir, e depois tudo de novo.

Agora que você está na Broadway, assistir a um espetáculo é uma experiência diferente?
Eu ia assistir peças e via como uma coisa maior que a vida. Eu ainda acho isso, mas quando você está fazendo aquilo de verdade você está em cima do palco com seus amigos, parece uma brincadeira. Não parece tão intimidador quanto eu pensava, é muito amigável. Mas eu sempre amei o teatro. Ainda é mágico pra mim.

Qual seu próximo passo?
Vou fazer Grease na FOX, uma versão ao vivo [em 30 de janeiro de 2016]. Interpretar Rizzo vai ser muito divertido pra mim porque é uma personagem tão diferente. Depois disso provavelmente eu vou viajar. Eu amo lugares tropicais, então talvez eu tenha contato com a natureza depois de tanto tempo em Nova York. Depois disso, não sei. Eu realmente me apaixonei por fazer teatro de novo. Definitivamente vou ficar de olho em outra peça pra fazer.

Tradução exclusiva do Vanessa Hudgens Brasil, se copiar não esqueça dos créditos!

Além disso, adicionamos em nossa galeria os scans da capa e interior da revista. Confira clicando em qualquer miniatura abaixo:

01 02 03 01

Pesquisar

Assista Vanessa Hudgens
Vanessa Hudgens Brasil Todos os direitos reservados