Vanessa Hudgens é aclamada por sua performance como Rizzo em “Grease: Live!”

   2 fevereiro, 2016       Lucas Teixeira      Destaques  

Após muitos ensaios e espera, como muitos devem saber, aconteceu na noite do último Domingo, 31 de Janeiro, nos Estados Unidos a exibição do especial “Grease: Live!”, remake ao vivo do clássico “Grease: Nos Tempos Da Brilhantina”, onde Vanessa estrelou como a icônica bad girl Rizzo.

O especial, que compilou momentos da peça teatral de 1971 e do filme de 1978, teve um elenco de peso com estrelas como Julianne Hough, Aaron Tveit, Keke Palmer, Carly Rae Jepsen, Carlos PenaVega e diversas outras, ainda com participações de Jessie J, Boyz II Men e Joe Jonas e sua banda DNCE. Foi produzido e exibido pelo canal FOX, e contou com muitos números de dança eletrizantes, trocas rápidas de roupas e cenários, e claro, muita música e emoção!

Apesar do elenco e produção estarem impecavelmente perfeitos, foi Hudgens quem se destacou e roubou a atenção do público. Ela, que perdeu seu pai um dia antes do especial (como informamos aqui), foi forte e optou por seguir em frente com o show, dedicando sua performance inteiramente à Greg Hudgens, que faleceu de câncer no estágio quatro. De última hora, por decisão dos produtores, o show foi completamente dedicado a ele, sendo exibida no final a mensagem “Em Amável Memória à Greg Hudgens (Junho de 1950 – 30 de Janeiro de 2016)”.

A atriz incorporou perfeitamente a personagem durona e sarcástica e foi aclamada por veículos de comunicação, celebridades, fãs e amigos; sendo considerada uma guerreira por conseguir tal feito em meio a um momento tão sensível de sua vida, demonstrando extremo profissionalismo e talento. Uma extensa lista de famosos (que incluem por exemplo Ashley Tisdale, Corbin Bleu, Demi Lovato, Anna Kendrick, Rebel Wilson, Ashley Benson, Nick Jonas, Emily Ratajkowski, Wilmer Valderrama, Neil Patrick Harris, Aly & AJ Michalka e diversos outros) a elogiaram nas redes sociais, destacando a emocionante performance de “There Are Worse Things I Could Do” como o ponto alto do show. Assista abaixo:

VÍDEO — THERE ARE WORSE THINGS I COULD DO

Vanessa Hudgens como Rizzo é tão divertida com o quão vadia ela própria é. Durante os primeiros quarenta minutos do show, ela oferece todas as linhas com sarcasmo, condescendência, e mais importante, o “eu não ligo” da vida real que geralmente falta em Rizzo… mesmo quando ela ainda presta atenção ao que está acontecendo em Rydell. É um equilíbrio realmente difícil de encontrar – ouso dizer Hudgens fez isso melhor do que Stockard Channing fez? Eu realmente sinto muito, mas eu acho que ouso. Ela foi perfeita cantando, soube fazer tudo na hora certa. Se você não viu o show e acha que as pessoas deram-lhe ótimas críticas devido à uma tragédia pessoal, nada poderia estar mais longe da verdade. – Lainey Gossip.

“Grease: Live!” foi um enorme sucesso com o público e quebrou recordes de audiência; Se tornou o especial ao vivo mais visto na televisão norte-americana, somando 12,8 milhões de telespectadores e ultrapassando o remake de “A Noviça Rebelde”, de 2013, sendo o segundo programa com maior audiência no canal FOX, atrás apenas do episódio de estreia da série “Empire”. Além disso, ficou em primeiro lugar das trilhas sonoras mais vendidas no iTunes, e em quinto nos álbuns mais vendidos na mesma plataforma. Ainda, foi o assunto mais comentado no Twitter mundial durante todo o dia, sendo a Rizzo de Vanessa Hudgens a personagem mais comentada na rede social, somando 39mil tweets apenas sobre ela.

Para a felicidade dos fãs brasileiros, foi confirmado pela FOX norte-americana que “Grease: Live!” será  exibido no Brasil pela Rede Telecine, porém ainda sem data divulgada.

Confira abaixo os vídeos com diversas performances e momentos de Vanessa Hudgens no show:

VÍDEO — COMEÇANDO O ANO EM RYDELL

VÍDEO — FREDDY MY LOVE

VÍDEO — LOOK AT ME I’M SANDRA DEE

Assista todos os vídeos de “Grease: Live!” divulgados pela FOX clicando aqui.

Continuem ligados no Vanessa Hudgens Brasil para todas as novidades da exibição de “Grease: Live!” no Brasil.

Comentários