17.12.2015
Postado por VHBR

Com Janeiro cada vez mais próximo, várias novidades sobre “Grease: Live!” estão sendo divulgadas. Depois de termos pôsteres e o primeiro comercial televisivo liberados, tivemos hoje (17 de Dezembro) a notícia de que o especial, que será exibido ao vivo no dia 31 de Janeiro de 2016 no canal FOX, terá uma audiência interativa e trilha sonora que estará à venda futuramente.

A notícia agradou ao público e está tendo grande repercussão nas redes sociais, já sendo publicada por grandes sites como Billboard, Broadway World, USA Today e Hollywood Reporter, já que é a primeira vez que um show televisivo ao vivo terá uma plateia interativa. Vale destacar os especiais “Peter Pan Live”, “Sound Of Music Live” e o mais recente “The Wiz Live”, que apesar de seguirem o padrão de “Grease: Live!”, não tiveram interação com o público.

No especial, Vanessa Hudgens interpretará a bad girl Rizzo. Ela é líder do grupo Pink Ladies, formado por Marty (Keke Palmer), Frenchy (Carly Rae Jepsen) e Jan (Kether Donohue) e namorada do Kenickie (Carlos PenaVega).

Além disso, foram divulgadas duas novas imagens promocionais do especial. Confira clicando em qualquer miniatura abaixo:

01 02 01 02

Confira abaixo a matéria publicada pelo Broadway World traduzida exclusivamente por nossa equipe:

PLATEIA AO VIVO, ÁLBUM, E MAIS DETALHES DE “GREASE: LIVE!” REVELADOS!

O diretor, Thomas Kail, e o desenhista de produção, David Korins, participaram de uma teleconferência com a BroadwayWorld e outros meios de comunicação, e revelaram detalhes interessantes sobre sua próxima produção. Entre os grandes anúncios, a plateia ao vivo não irá apenas assistir ao show, eles irão participar de algumas cenas!

“Meu sentimento acerca de Grease sempre foi que o filme parece uma festa e todo mundo foi convidado, e isso é realmente o que estamos tentando fazer com a nossa produção”, explica Kail. “Por causa da natureza do show e do ritmo de comédia musical, uma das primeiras conversas que Marc Platt e eu tivemos no ano passado foi sobre como tentar capturar esse sentimento que existe no teatro e tentar transmitir e traduzir isso. E foi realmente logo no início que estabelecemos essa ideia de que poderíamos tentar criar, usar e aproveitar a energia de uma plateia ao vivo.”

Korins completa, “Quando Tommy e Marc me falaram sobre o projeto disseram que tinham a ideia de infundir o show com uma plateia ao vivo, porque, você sabe, há várias partes em Grease que são realmente engraçadas. Há uma energia e uma vitalidade inegável que os seres humanos reais devolvem aos seres humanos reais que estão interpretando e nós queremos tentar capturar e explorar isso.” Ele continua: “Nós criamos alguns locais que são muito reais, como o ginásio, a frente do Rydell High e coisas assim. Há momentos no show que o palco se move em teatralidade elevada e nós tentamos colocar as pessoas onde as pessoas existiriam de verdade naquela cena. Então, na concentração ou quando nós estivermos vendo o hand jive nós vamos projetar os atores para fora do mundo que existe no palco, e teremos membros da audiência.”

“Em certos momentos, a audiência vai ser imersa na produção. O público vai funcionar de várias maneiras. Haverá cenas que eles são vistos na tela como uma audiência do mesmo jeito que aparece quando você assiste um programa ao vivo do tipo ‘Dancing with the Stars’, em uma configuração mais tradicional. E há certas cenas, quando vamos para o ginásio por exemplo, onde é uma experiência imersiva. É uma sala fechada com 4 paredes, e o público aparece em volta do palco, por isso existe a oportunidade de explorar o palco de um ângulo 360 graus onde eles vão funcionar tanto como uma audiência e também como as pessoas que estariam povoando o exterior de uma cena de dança. Elas vão estar lá e isso é algo que achamos que vai dar uma certa energia dinâmica para essas cenas que permitem todas essas reações. Teremos a capacidade de capturar a transferência de energia entre o público e, em seguida, os dançarinos e os atores que estão contando a história na frente deles. “

Quando perguntamos sobre quem será esse público sortudo, Kail respondeu, “Nós pensamos que há meios mais tradicionais de encontrar uma audiência e também que, com um pouco de divulgação, conseguimos fazer isso de uma forma tão abrangente quanto possível.” Mais tarde, ele revelou que concursos podem ser uma opção e que a seleção da audiência não será através de pagamento, mas através de ‘um tipo de loteria.’ Em determinados cenários, pode haver até várias centenas de membros da audiência envolvidos.

E como estas centenas de extras do elenco serão fantasiados? Não é um problema, de acordo com Korins que explicou que os membros da audiência não estarão com roupas dos anos 60, e sim com roupas atuais. “As pessoas devem se vestir da forma como o fazem agora porque é agora que o show está acontecendo e está acontecendo na frente deles. Nós não achamos que isso vai quebrar a bolha que nós estamos tentando construir. Mas, quando formos para a cena do pep rally, estamos com a intenção de distribuir bandeiras com o símbolo do Rydell e coisas do tipo para o público poder participar. Nós vamos dar a eles coisas práticas que permitam que eles possam entrar e experimentar o show como fariam com qualquer outro show”.

Enquanto a maioria do projeto será baseado no icônico filme de 1978, Kail salientou que o plano é infundir elementos do show original para a produção. “A natureza do show está trazendo a espinha dorsal do filme e, em seguida, adicionando alguns dos momentos da peça de teatro que nós pensamos que poderia continuar para tornar o mundo muito mais robusto. Esta versão, que vai ter todas essas coisas que nós amamos do filme que, penso eu, o público também ama. Mas também fomos capazes de examinar a peça de teatro e incorporar alguns momentos e algumas músicas que não estão no filme e que estará em nossa versão.” Ele não entrou em detalhes sobre o que será incluído.

E uma boa notícia para os fãs de Grease. Depois que o show for ao ar, a música vai continuar viva. “Sim, haverá um álbum,” Kail confirmou para o BroadwayWorld. “Nós estamos tentando descobrir quando exatamente ele será lançado, mas esse é o plano.” Ele chegou a provocar: “Se o que Tom Kitt está fazendo na outra sala é qualquer indicação, eu acho que eu vou ouvir muito este álbum.”

Resumindo sua abordagem para a transmissão de 31 de janeiro, o diretor disse, “Como eu continuo dizendo, como já falamos muito cedo, com Marc e o pessoal da Paramount. Nós vamos fazer Grease ao vivo, vamos manter a vivacidade da obra como todos os que vieram antes de nós. Isso é parte da emoção de ver e entender o que está acontecendo no momento”.

Confira a matéria original clicando aqui.

Tradução exclusiva do Vanessa Hudgens Brasil, se copiar nos dê os devidos créditos.

Categorias: Destaques, Notícias
Pesquisar

Assista Vanessa Hudgens
Vanessa Hudgens Brasil Todos os direitos reservados