25.01.2015
Postado por Lucas Teixeira

Mais uma nova review (crítica) de “Gigi” (musical em que Vanessa é protagonista) foi divulgada, dessa vez por Janet Kelly, do site My Little Bird. Vale lembrar que outras reviews também já foram divulgadas, e você pode conferir clicando aqui e aqui.

Confira a crítica traduzida exclusivamente por nossa equipe abaixo:

Quando se trata de teatro, o público cai em dois campos – aqueles que gostam de musicais e aqueles que não. Estou firmemente na categoria anterior, um amante de música e dança certificável. E assim foi o público, que ficou de pé gritando “Bravo!” Na noite de abertura da produção do Kennedy Center de Gigi“, estrelado por Vanessa Hudgens, dirigido pelo veterano no teatro Eric Shaeffer.

A multidão de jovens e mais velhos aplaudiu (na verdade, teve que se abster de cantar junto) com as conhecidas músicas Lerner e Loewe Thank Heaven for Little Girls”, “The Night They Invented Champagne” e “I Remember It Well“, entre muitos, muitos outros e palmas para o fantástico conjunto de dançarinos.

Hudgens acrescenta a quantidade certa de molho para seu papel como a Gigi precoce e depois de crescida. Corey Cott como o solteirão convicto Gaston Lachaille canta a canção título com paixão suficiente para fazer seu coração parar por ele. A avó de Gigi, Mamita (interpretada por Victoria Clark) e a tia Alicia (Dee Hoty) fazem um par memorável batalhando sobre a importância de ensinar Gigi a servir café corretamente e na elaboração de um documento legal para garantir o futuro de Gigi como amante de Gaston. Este último envolve uma cena hilariante com uma legião de advogados, a quem Alicia instrui ajudar a não deixar nem sentar no estofamento. O tio de Gaston, Honore Lachaille (Howard McGillin) é um canalha encantador que se doa para a doce, mas forte Mamita, quando cantam o dueto I’m Glad I’m Not Young Anymore.” Mesmo que a ex-namorada Liane d’Exelmans (Steffanie Leigh) seja completamente desagradável, é difícil não se apaixonar por sua voz.

Finalmente, há o cenário a encantadora Paris durante a Belle Epoque com pequenos cafés, interiores aveludados e moda glamourosa. Uma noite no chamado Maxim com gravata branca e vestidos longos da alta costura. Bien sur.

Se você perder o show em D.C, você pode assistí-lo na Broadway, quando estrear no dia 8 de Abril.

Clique aqui para conferir a review original.

Tradução exclusiva do Vanessa Hudgens Brasil, se copiar não esqueça dos créditos!

Categorias: Gigi, Notícias, Review, Teatro

This post discussion is closed.

Pesquisar

Assista Vanessa Hudgens
APOIO
Vanessa Hudgens Brasil Todos os direitos reservados