Vanessa Hudgens é capa da edição de Fevereiro da Cosmopolitan UK

   3 janeiro, 2020       Lucas Teixeira      Notícias  

Vanessa começou o ano com tudo! Capa da edição de Fevereiro da revista Cosmopolitan do Reino Unido, ela concedeu uma entrevista onde falou sobre sua carreira, saúde mental, relacionamentos e seu mais recente projeto, o filme “Bad Boys Para Sempre” (que chega aos cinemas brasileiros no dia 30 de Janeiro).

Na edição, foram usadas fotos inéditas da sessão fotográfica feita por Dennis Leupold para a Women’s Health em 2018, onde Hudgens aparece em uma vibe bem praiana.

Confira abaixo a entrevista completa, traduzida e adaptada por nossa equipe:

De sensação adolescente à protagonista de sucesso, Vanessa Hudgens provou ser a mestre da reinvenção. Mas… o que vem a seguir?

Vanessa Hudgens é o tipo de mulher que seria muito fácil de odiar. Com apenas 31 anos, ela já teve o tipo de carreira que a maioria de nós sonha. Ela conseguiu beijar Zac Efron na tela por três anos – e fora da tela por mais dois. Ela protagonizou uma trilogia de sucesso, High School Musical, aos 19 anos. Possui duas casas e vive em harmonia com seu igualmente bem-sucedido namorado de oito anos, o ator Austin Butler. E este mês ela estrelará ao lado de Will Smith na maior sequência de ação do ano, Bad Boys Para Sempre.

Tudo bem, ela começou a plantar suas sementes com 14 anos de idade, quando a maioria de nós ainda estava pensando em qual contorno de lábios era o mais adequado (resposta: nenhum), consolidando seu lugar em Hollywood como Gabriella Montez em High School Musical um ano depois – e não para por aqui. Embora fosse fácil aproveitar a glória de sua fama na Disney, Hudgens, ao que parece, não é fã de fazer o que se espera dela. É por esse motivo que, longe de ser odiada, ela conseguiu acumular respeito global de fãs e críticos.

São 11 da manhã em Los Angeles e Hudgens acordou em sua própria cama, em sua mansão palaciana estilo mediterrâneo, pela primeira vez desde que ela se lembra. Ela terminou 2019 com o lançamento de seu segundo filme da Netflix, Um Passado de Presente, após o sucesso de A Princesa e a Plebeia. Antes disso, depois da fama de High School Musical, ela evitou interpretar o mesmo tipo de personagem em papéis como Candy, uma garota festeira que andava armada ao lado de outras ex-estrelas da Disney, Selena Gomez e Ashley Benson, em Spring Breakers. No entanto, até as estrelas de cinema não estão imunes ao estresse da idade adulta.

“Eu definitivamente sinto mais ansiedade agora do que jamais senti em toda a minha vida. Você se torna adulto e as coisas se tornam reais. Tenho duas hipotecas e estou gastando muito mais dinheiro do que gostaria de gastar – acho que toda essa coisa de pagar impostos realmente prejudica seu bem-estar – toda essa merda de adulto com a qual você não tem que lidar quando criança, você pode viver jovem e livre, e no futuro tudo isso desaparece.”

Se você olhar para outras estrelas que se tornaram o centro das atenções com a mesma idade (ou menos), você percebe que as coisas poderiam ter sido muito piores do que algumas noites sem dormir relacionadas à administração da vida. Então, como ela evitou a maldição da estrela infantil que afetou pessoas como Lindsay Lohan, Mischa Barton e Britney Spears?

“Olhando para trás, parece outra vida. Quero dizer, estou cansada com certeza. Cuido bem de mim. Conheço as coisas que mais importam – eu amo meu trabalho, mas meu trabalho não é tudo. Minha família é – meu parceiro e meus amigos são as coisas que me mantêm com os pés no chão”.

O parceiro em questão não é Efron, no qual ela se separou em 2010 após um relacionamento de cinco anos. Hudgens me diz que ela não “vê ou fala com ele há anos”, embora ela ainda tenha o colar de T que seu personagem Troy deu a Gabriella no segundo filme. “Eu sinto que preciso vendê-lo para fins de caridade, porque está literalmente enferrujando dentro de um saquinho!”

Não, na verdade, é com Austin Butler, com quem ela está desde 2011, que informa grande parte de sua vida agora. “Fazemos oito anos este ano – FaceTime, boa comunicação, respeito e confiança [são o que mantém nossa relação]. O maior tempo em que ficamos separados foi quatro meses. É péssimo! Você começa a odiar ouvir a si mesmo dizer ‘sinto sua falta’. Mas se é a pessoa que você ama, você faz funcionar.”

Mas não é apenas Butler que a mantém com os pés no chão. Desde que conquistou a fama em uma idade tão jovem, Hudgens – que foi criada na Califórnia por sua mãe, Gina, uma trabalhadora de escritório nascida nas Filipinas, e seu falecido pai, Greg, um bombeiro – ela credita sua veia sensata à meticulosa rede de apoio que ela teve ao seu redor ao crescer.

“Eu acho que você se torna quem você se cerca, então eu acho que é realmente importante ter um grupo de amigos que reflete o tipo de pessoa que você quer ser. Eu nunca fui a uma das boates badalas de Los Angeles. Eu realmente não gosto. Adoro uma boa rave, tipo, me leve para Nova York ou Berlim e me coloque no subsolo em um armazém com lasers e máquinas de fumaça e eu vou viver meu melhor momento. Isso é algo que me faz ser quem sou e permite que minha alma floresça.”

“Eu também era uma criança muito tímida. Eu sempre amei atuar e estar no palco e me esconder atrás de um personagem, mas quando se tratava de mim, Vanessa, eu nunca fiquei muito confortável com isso – e é algo que ainda estou me acostumando. Acho que ser uma criança tímida realmente me ajudou a não seguir o caminho errado – ser um pouco anti-social, literalmente”.

Essa timidez foi famosa por ser testada em 2007, quando Hudgens se tornou uma das primeiras estrelas a ter sua privacidade violada por um vazamento de fotos nuas. Na época, não havia muita simpatia do público pela estrela do Disney Channel e, em vez de ser vista como uma vítima cuja privacidade havia sido violada violentamente, ela foi acusada de ter tirado fotos comprometedoras e forçada a pedir desculpas por algo que ela não tinha controle.

“Foi algo realmente traumatizante para mim. É realmente uma merda que as pessoas sintam que têm o direito de compartilhar algo tão pessoal com o mundo. Como atriz, você perde completamente todo o controle de sua própria privacidade e é realmente triste. Parece que esse não deveria ser o caso, mas, infelizmente, se houver um número suficiente de pessoas interessadas, elas farão tudo o que puderem para conhecerem o máximo possível sobre você, o que é lisonjeiro, eu acho, mas então as pessoas vão longe demais e acabam divulgando coisas que devem ser pessoais.”

“Eu acho que é porque há uma desconexão quando você vê sua atriz favorita na tela, e você as vê agora na TV em suas casas, e pode assisti-las quando quiser. Há quase – não quero dizer falta de respeito, porque isso parece negativo – mas apenas faz você sentir que as conhece, mesmo que não conheça”.

Olhando para trás agora, com o benefício da retrospectiva, parece que esse momento pode ter sido a criação da pessoa que ela é hoje; que, apesar da história da Disney e dos papéis “típicos” de protagonista, – não se engane – é uma profissional durona que jura como um soldado e não aceita qualquer merda de ninguém. Eu mesma descobri isso quando levantei o tópico do movimento #MeToo em Hollywood.

“Fui abordada de maneiras que não são apropriadas. Estive em situações em que fui abordada de maneira inadequada, mas naquele momento, eu fui a pessoa que disse ‘Não. Por que você está dizendo isso? Você está completamente fora da linha. Eu sou o tipo de pessoa em qualquer situação, seja uma audição ou no trabalho, que se me sentir desconfortável, vou me afastar ou avisar que essa pessoa está me deixando desconfortável. Respeite isso, eles podem se f*der. Se alguém não gostar disso, literalmente eles podem se f*der. Contanto que você se mantenha firme, ninguém o derrubará.”

Hudgens faz uma pausa para recuperar o fôlego, quase surpresa por sua repentina liberação de emoção. “Eu sempre fui uma grande defensora de ser fiel a si mesmo. Nem todo mundo vai gostar disso – bem, que bom. Isso faz de você um indivíduo. Isso o torna único. E se somos todos iguais, qual é o objetivo? É importante cuidar um do outro, especialmente neste setor, e perceber que é difícil. Já é muito difícil, ninguém precisa dificultar ainda mais as coisas.”

Ser tão positivo, firme e resiliente exige investimentos anuais – a partir de janeiro de cada ano. “Para mim, o [Ano Novo] é um tempo de renascimento e novos começos. Sinto que é um momento em que tenho uma lista limpa e tenho 365 dias pela frente que posso realmente ser intencional com o que estou fazendo. Eu faço um quadro de visão todo 1º de janeiro. Imprimo várias fotos, lugares onde quero ir, quanto dinheiro quero economizar, que tipo de filme quero fazer, as pessoas com quem quero trabalhar e depois coloco na minha parede e vejo todos os dias para saber se estou trabalhando nisto.”

“Eu fiz isso nos últimos quatro anos, e é incrível como quando você é extremamente intencional sobre o que deseja fazer, no final do ano, você acaba verificando muitas coisas no seu quadro de visão. Também me recompenso quando faço essas coisas. Sou uma grande defensora de dar um tapinha nas costas. Me olho no espelho e digo: ‘Ei, garota, você está arrasando’.”

E arrasando ela definitivamente está. Qualquer que seja o futuro de Vanessa Hudgens, é claro que, tendo se envolvido tanto em sua carreira de uma década e meia, ela agora não sente necessidade de dançar ao ritmo de qualquer outra pessoa.

“Se você estiver se colocando lá, estará sujeito a críticas. É assim que as coisas são. Você precisa lidar com isso da melhor maneira possível, de um jeito saudável para você”.

Com uma fortuna de cerca de 10 milhões, 21 filmes em seu currículo e mais quatro a caminho, Hudgens passou de ícone adolescente à estrela de cinema de boa-fé de Hollywood com a idade que muitos de nós acabamos de descobrir como renovar nossa licença de TV. E com 2020 programado para ser seu maior ano até hoje, é seguro dizer que sua reinvenção ainda está longe de terminar.

Clique aqui para conferir a entrevista original.

Confira clicando em qualquer miniatura abaixo os scans e outtakes da revista:

FOTOS – Photoshoot, por Dennis Leupold

 

FOTOS – Scans

  

Comentários